Dia dos Pais deve registrar aumento das vendas em Campinas e queda no comércio da RMC 

Para as vendas digitais a expectativa também é de queda de 4,38% na comparação com  2021. O valor médio do presente será de R$ 128,00, 2,4% menor do que no ano passado. Não há previsão de contratação de mão de obra temporária para a data.


As vendas físicas para o Dia dos Pais deste ano, em Campinas, devem registrar um crescimento de 1,5%, na comparação com o ano passado, e de queda, no mesmo percentual, na Região Metropolitana. “Porém, é importante lembrar que, em 2021, a queda nas vendas foi de 41,7% em Campinas e 40% na RMC, resultado dos efeitos da pandemia do coronavírus 2020”, afirma o economista Laerte Martins, diretor da Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC). Na RMC, o comércio deve faturar cerca de R$ 138 milhões em vendas no Dia dos Pais (em 2021 foram R$ 140 milhões). Em Campinas, o faturamento referente à data deve atingir, este ano, R$ 67,5 milhões, contra os R$ 66,5 milhões faturados no ano passado.


As vendas digitais apresentaram queda de 4,38% tanto em Campinas como na RMC, em relação a 2021. “O número é reflexo do aumento exponencial das vendas online durante a pandemia, quando os comércios estavam fechados”, avalia Laerte Martins. Na avaliação do economista, o valor médio do presente será de R$ 128,00, que representam 2,4% a menos do que os R$150,00 gastos no ano passado para presentear os pais. Os itens mais procurados devem ser vestuário (como camisas e gravatas), calçados, perfumes e eletroeletrônicos. Não há previsão de contratação de mão de obra temporária.



4 visualizações0 comentário